Ethical Fashion Brazil

Bolsas

Bolsas de saco de cimento de Rogério Lima

Rogério Lima é famoso por suas bolsas de couro muito bem feitas e diferenciadas, mas especificamente conhecido por um tipo de bolsa em especial: de saco de cimento.

Em 2008, quando foram lançadas, as bolsas de saco de cimento, embora de boa qualidade e sofisticação, ainda causavam estranheza. Um ano depois, elas estavam na Casa Cor, em um quarto com roupas de Ronaldo Fraga. E depois, em lojas da Cavalera no shopping. Em 2012, as famosas bolsas apareceram na Vogue Brasil de setembro. Por outro lado, nunca as vi sendo comercializadas no stand do próprio Rogério Lima no Minas Trend Preview.

Semana passada, 2013, as famosas bolsas foram notadas na vitrine de uma butique de acessórios em Lagoa Santa, cidade do interior de Minas Gerais. Já são cinco anos que este objeto resiste ao modismo do ecofriendly e vem se configurando como um estilo de produtos em si mesmo. São as bolsas de saco de cimento de Rogério Lima. Ponto.

foto 5 (1)

foto 4 (1)

Sobre o processo produtivo

A ideia de usar sacos de cimento em bolsas veio da reforma do Showroom de RL, em Belo Horizonte. Observando aquela sobra de material e tendo a vontade de fazer moda ecológica como Jum Nakao, RL iniciou uma pequena produção das bolsas de material reciclado.

O papel do saco de cimento é considerado um material de boa qualidade, sendo classificado como Kraft III. Para o processo de aproveitamento do mesmo ser o mais ecológico possível, é ideal lavar o material em água da chuva e separar a borra com resíduos de cimento para uso como material artístico (dado a pouca quantidade reciclada e poucas finalidades que esse resíduo pode ter). A água de lavagem dos sacos ainda pode ser reutilizada mais vezes. Depois, o material é colocado para ser secado à sombra. E aí sim está apto para ser costurado normalmente.

Recommended

Leave a Comment